Início Saúde As máscaras podem ser desinfetadas no micro-ondas?

As máscaras podem ser desinfetadas no micro-ondas?

” Podem, mas só em sacos de esterilização a vapor (esqueça a lixívia, o forno ou o sabão). Quanto às máscaras de pano, basta irem à máquina de lavar “

Num reconhecimento implícito de que (num cenário de utilização em massa de máscaras pela população e numa base diária) o mercado não conseguira satisfazer essas necessidades, o governo e as autoridades de saúde anunciaram esta semana um conjunto de orientações para as máscaras alternativas, ou seja, feitas de têxteis – grande parte delas já a serem produzidas em Portugal pelas empresas do setor.

O Infarmed/DGS começa por realçar que estas máscaras não cumprem “os requisitos de segurança, saúde e desempenho estabelecidos nas legislações aplicáveis aos dispositivos médicos e aos equipamentos de proteção individual”. Estas máscaras têxteis devem ter um “desempenho mínimo de filtração de 70%” e permitir “4 horas de uso ininterrupto sem degradação da capacidade de retenção de partículas nem da respirabilidade”.

É ainda referido que os fabricantes devem ser responsáveis por qualidade, testes de segurança e instruções de uso e lavagem (não há nenhuma indicação da DGS sobre como fazê-lo). Estando em causa têxteis, a solução de lavagem (logo, desinfetar com segurança) chama-se máquina de lavar roupa, até 60 graus, e pode ir com a roupa normal. Individualmente, com detergente ou sabão.

Embora não tenha a mesma eficácia de uma máscara médica, estas máscaras de pano (que até podem ser feitas em casa, com t-shirts de algodão ou toalhas de mesa, e paar isso há já vários tutoriais na internet) têm pelo menos a vantagem de poderem ser lavadas e reutilizadas assim que estiverem secas, o que já não é possível com as máscaras médicas.

As máscaras médicas só podem ser reutilizáveis se esperar o tempo suficiente. Como explica o Centers for Disease Control and Preventionm dos EUA, se vai usar máscaras todos os dias, basta ter cinco unidades: usa uma por dia e ao sexto dia volta à que usou inicialmente (já passou tempo suficiente para o vírus morrer).

Quanto a usar o micro-ondas, sim, mas só em sacos de vapor. Outros métodos, não: “A descontaminação [de máscaras médicas] usando uma autoclave, calor seco a 160°C, álcool isopropílico a 70%, irradiação por micro-ondas e sabão e água causou degradação significativa do filtro (…) A descontaminação com lixívia causou leve degradação no desempenho da filtração e criou um odor que não seria adequado para uso.” Aliás, lixívia só mesmo para superfícies.

Fonte: sabado.pt