Início Beleza Como cuidar dos cabelos crespos e cacheados, segundo Wilson Eliodorio

Como cuidar dos cabelos crespos e cacheados, segundo Wilson Eliodorio

” Descubra os segredos do cabeleireiro favorito de famosas como Tais Araújo e Lelezinha “

Tais Araújo e Wilson Elidorio (Foto: reprodução Instagram @taisdeverdade)

Não adianta apenas acertar no corte, os cabelos crespos e cacheados exigem cuidados específicos para ficarem bem formados e saudáveis. Participando de uma live no Instagram de Marie Claire, Wilson Eliodorio, expert queridinho de famosas como Tais Araújo, Cris Vianna e Lelezinha, explicou porque os fios crespos e cacheados exigem cuidados especiais, além de dar várias dicas preciosas de como fazer isso em casa. “Durante muito tempo fomos educados a tratar desse cabelo do mesmo jeito como um cabelo europeu caucasiano. Tenho clientes que passam o shampoo três vezs porque aprenderam que isso ajuda a limpar, então mais do que cuidar é preciso entender a especificidade de cada cabelo“, diz à editora de Beauty Tudo, Paola Deodoro

Segundo o expert, o cabelo cacheado é mais ressecado por causa da estrutura do fio. “O cabelo crespo, afro mesmo, parece muito com um fitilho achatado, daqueles de presente, sabe? Por isso ele forma um caracol e é mais ressecado e poroso. Se em um fio de estrutura mais redonda a hidratação incorpora toda a extensão do cabelo, no achatado, como os cacheados, isso não acontece”, explica. Por isso, para quem quer cabelos nutridos, Wilson explica o passo-a-passo para limpeza e hidratação dos fios:

Como lavar o cabelo

Essa higiene não significa exatemente usar shampoo tradicional. Você pode usar técnicas diferentes (não saponácea), como produtos no e low poo. A ideia é manter a cutícula expandida para receber a máscara e a hidratação efetiva depois. Outra dica é abusar dos óleos, como óleo de coco ou azeite de oliva extravirgem. “Um dia antes de lavar o cabelo, aplique um óleo de tratamento no comprimento e ponta dos fios, sem necessidade de aplicar no couro cabeludo”, indica. Depois, penteie ou escove o cabelo com uma escova estilo raquete. “Esse óleo aplicado nos fios vai se misturar com a oleosidade natural do couro cabeludo, soltando a ‘gordura’ que está no couro cabeludo”, completa.

Se quiser usar o shampoo tradicional, dilua o produto em água antes de passar nos fios. “Use a medida de 1 moedinha de 1 real de shampoo para  2 moedas de água e passe o produto apenas na raiz, massageando o couro cabeludo”, diz.

Aline Dias, Cris Vianna, Lucy Ramos, Olívia Araújo e Juliana Alves (Foto: Guilherme Lima)

Como hidratar o cabelo

Segundo Wilson, a primeira coisa a se fazer é diminuir o uso do shampoo, principalmnete os tradicionais, e não lavar o cabelo todos os dias. “A indústria fica falando que precisa lavar o cabelo todos os dias, mas isso não é verdade quando se trata de fios crespos e cacheados.Para esse tipo de fio, e até para quem tem muita química, os rituais low e no poo são mais indicados, pois conseguem fornecer um ambiente muito mais hidratante e favorável para a reposição de nutrientes, massa e água”, explica.

Outra coisa é não pensar nessa hidratação de forma pontual, ou seja, fazer o tratamento 1 vez por semana ou a cada 15 dias. “Esse esquema precisa ser rotineiro, lavar o cabelo menos vezes, mas quando lavar optar por uma higiene mais cuidadosa e nutritiva e abusar de condicionadores e máscaras”, diz. Também não troque o condicionador pela máscara, eles complementam um ao outro. “Sozinha ela não tem o mesmo poder de hidratação, nutrição e consistência que teria se estivesse combinada ao condicionador”.

Máscara caseira com babosa:
Corte 5 centímetros da folha de babosa – planta extremamente hidratante e nutritiva – e utilize aquela gelatina que tem dentro dela. Misture com um pouco de condicionador comum ou uma máscara de base neutra + 1 colher de sopa de azeite de oliva e bata tudo mixer. “Depois, aplique no cabe higienizado, começando pela ponta subindo até a raiz. Funciona para todos os tipos de cabelo!”, ensina. Faça 1 vez por semana.

Abuse do óleos e faça umectação

umectação ajuda a criar um filme em volta do cabelo, protegendo os nutrientes oferecidos ao cabelo nos rituais de hidratação e cuidados diários. “Isso protege o cabelo da água que escorre a hora da higiene e proporciona a esse cabelo a oporutnidade de um novo tratamento com efeitos que são sempre cumulativos”, diz. Aposte em óleo de coco ou azeite de oliva extravirgem, por exemplo, e aplique no cabelo das pontas a raiz, deixando-o bem melado e aguarde um pouco antes de lavar o cabelo. “Você pode fazer isso 30 minutos antes de entrar no chuveiro e até dormir com o cabelo assim para lavar no dia seguinte”, explica.

Paola Deodoro Óleo Precioso Hair Care Sisley (Foto: Arquivo Pessoal)

Produtos básicos para cuidar do cabelo:

1. Escolha um agente limpante. “Se for iniciante, por exemplo, escolha um produto low poo que ainda oferece algum efeito do shampoo tradicional, com um pouco mais de espuma, mas é menos agressivo”, indica.

2. Compre um condicionador potente e não tenha medo de investir uma embalagem grande para render muito.

3. Opte por máscaras com fórmulas neutras que permitem misturinhas. “Quem gosta desse universo de coisas feitas em casa, vale investir em cremes neutros que podem ser acrescidos de óleos essencais, frutas como abacate e  banana, ou qualquer ingrediente que forneça os nutrientes que você precisa e busca naquele momento”, explica. Óleos como óleo de coco, óleo de uva, óleo de amêndoa (de boa qualidade) e óleo vegetais são excelentes escolhas.

4. Aposte no vinagre de maçã para dar brilho e evitar a proliferação de fungos e bactérias. “Esse tratamento é ótimo para todos os tipos de cabelo. No último enxágue, logo após remover a máscara, borrife um pouco de vinagre de maçã na raiz do cabelo, massageie de leve e enxágue novamente”, diz. Segundo ele, isso diminui a irritabilidade do couro cabeludo, protege contra fungos e bactérias, tira o excesso de oleosidade e dá brilho.

5. Invista nos leave-ins de acordo com o seu objetivo. Para acertar, é importante testar o efeito que mais te agrada. “Graças a Deus atualmente existem muitas possibilidades e não adianta,  é preciso testar para saber do que você gosta. Por exemplo, para finalizações mais delicadas e mais definidas opte por leave-ins mais poderosos e pesados, que abaixam o volume do cabelo crespo”, ensina.

Fonte: Revista Marie Claire